PrevCOV: selecionados para participar da pesquisa já estão sendo contatados pelo Ministério da Saúde
07/06/2021 09:43 em Saúde

Data de publicação: 05 de Junho de 2021, 03:15h - Por Brasil 61.com - Matéria retirada do portal brasil61.com

A imagem da capa do site Multisom é meramente ilustrativa e foi retirada de arquivos da internet/Google

 

Objetivo é estimar quantas pessoas tiveram a Covid-19, a fim de combatê-la e preveni-la

 

 

Os brasileiros selecionados para participar da Pesquisa de Prevalência de Infecção por Covid-19 no Brasil (PrevCOV) já estão recebendo ligações do Ministério da Saúde para realização da entrevista e agendamento de coleta de sangue.

Gastos com a pandemia impactam orçamento público nos últimos 12 meses

Covid-19: o que mudou no Brasil até agora?

O objetivo da PrevCOV é estimar quantas pessoas tiveram a Covid-19 no Brasil, para compreender a doença e seus fatores de risco. A pesquisa, que mostrará o comportamento do vírus em território nacional, contará com a participação de 211.129 brasileiros, em mais de 62 mil domicílios de 274 municípios.

A pasta reforça que não solicita nenhum código para confirmar informações ou dados pessoais dos participantes. Quem quiser saber se está na lista, basta ligar na Ouvidoria, no número 136. No mesmo telefone podem ser tiradas quaisquer dúvidas sobre o estudo. As coletas de sangue começam em 7 de junho e os selecionados serão contatados até 10 de julho. Nenhum participante terá seus dados divulgados.

Reportagem:

Larissa Lago

Jornalista formada pela Universidade Católica de Brasília (UCB). Estagiou na TV Escola e no Brasil61, quando ainda era Agência do Rádio Mais. Voltou para a empresa para compor a equipe de Relacionamento e, recentemente, entrou para o time da redação. Também é apresentadora e produtora no podcast cineaspectos.

Edição:

Luciana Bueno

Jornalista formada há 15 anos e pós-graduada em ciências políticas, com experiência em redação, rádio, televisão e assessoria de imprensa. Antes de ingressar na redação do Brasil 61, passou por importantes órgãos, como Ministério da Saúde e Ministério da Justiça além de grandes emissoras como, TV Bandeirantes, Record e TV Globo. Possui experiência em gerenciamento de crise, jornalismo web, redação, edição e revisão de textos, produção de conteúdo de rádio, televisão e assessoria de comunicação.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE